Aprenda a se comunicar com seus alunos e melhore as relações escolares

Como se comunicar melhor com os alunos? Um bom relacionamento entre professores e alunos  depende diretamente da comunicação determinada entre eles. Infelizmente, na atual conjuntura da educação brasileira, existem vários problemas de comunicação que prejudicam o aprendizado dos estudantes. 

Linguagem inadequada, tom de voz impertinente e aulas somente expositivas são alguns erros bem comuns nas salas de aula. Nesse sentido, é evidente uma necessidade dos professores se atentarem à comunicação em sala de aula e tomarem os devidos cuidados para que ela seja uma aliada e não uma vilã no processo de aprendizado. 

Continue a leitura do nosso artigo e saiba quais são as principais atitudes a serem tomadas nesse panorama.

Uma boa comunicação com os alunos é fundamental para um andamento eficiente da rotina escolar e do sucesso do processo de aprendizagem. | Foto: Freepik.

Como se comunicar com os alunos?

Confira, agora, algumas dicas para saber como se comunicar melhor com os alunos: 

Tom de voz adequado, clareza e objetividade

Independente do grau de indisciplina que o grupo de alunos apresenta, o ideal é que o professor não altere seu tom de voz, visto que isso faz com que os estudantes se agitem ainda mais. É importante que os professores sempre exteriorizem a voz de modo equilibrado, sem gritar ou sussurrar.

Nas horas de embates e discussões um pouco mais calorosas, opte por uma tonalidade mais amena e tranquila. Essa tática auxilia a deixar os ânimos mais calmos e a transmitir as mensagens corretas. 

Além disso, quando o assunto é o processo de ensino-aprendizagem, a clareza e a objetividade são primordiais, podendo ser consideradas dádivas. Os professores precisam ter a noção de que só há comunicação de verdade, quando o aluno realmente entende o que está sendo dito. 

Dessa forma, busque sempre simplificar as suas explicações, utilize exemplos, seja criativo e reforce a informação repetindo-a quantas vezes for preciso, para que o aluno entenda. Vale lembrar que, para evitar alvoroços e mal-entendimentos, é essencial que não sobrem dúvidas.

Entenda a geração com a qual você está lidando, suas condutas, comportamentos e atitudes e suas demandas no quesito educação. | Foto: Freepik.

Conheça a linguagem do estudante

Para facilitar a comunicação entre professores e alunos, o educador precisa falar a mesma língua do estudante. Isso significa que é necessário otimizar o discurso, ou seja, o vocabulário e a forma de se expressar a realidade das crianças e adolescentes. Para isso, é fundamental que os docentes conheçam o léxico dos alunos, além de levarem em consideração a faixa etária e a série que eles estão cursando. 

Outro cuidado importante relacionado à linguagem é utilizar os termos particulares da matéria ensinada, para que os alunos criem uma certa familiarização com eles e saiam da aula com um repertório linguístico superior do que quando entraram.  

Se aproxime do aluno

No momento de se dirigir a um aluno, busque chegar no mesmo nível que ele, visto que isso irá aumentar o vínculo de cumplicidade e confiança entre vocês. Se a estatura dele for menor do que a estipulada, abaixe-se para se comunicar com ele. Já se ele for maior que você, ofereça a possibilidade de vocês conversarem sentados. Na maioria das vezes, isso funciona! Além disso, ouça atentamente o aluno, pois isso fará com que ele se sinta importante!

Não se esqueça de tentar se comunicar além dos limites da sala de aula. Aproveite os encontros eventuais entre pais, professores e alunos para fortalecer os vínculos com a sua turma.

Fazer o uso de mecanismos tecnológicos para comunicar (e deixar registrado) a calendarização de trabalhos, pesquisas e eventos também é uma boa alternativa. Afinal, vale lembrar que a comunicação entre docentes e alunos não pode e não deve se restringir apenas ao espaço físico das quatro paredes e um teto da sala de aula.

A proximidade transmite uma sensação de segurança. | Foto: Freepik.

Faça o uso do corpo para se comunicar

O corpo exprime emoções e os professores devem usar o potencial comunicativo do corpo a favor de seus métodos pedagógicos. Isso pode ser o fator diferencial para captar a atenção dos alunos, bem como aumentar o foco e o nível de captação de novos conhecimentos. 

Vale destacar que professores expressivos costumam se sobressair e alcançar os melhores resultados de ensino. Justamente por essa razão, é importante que você aprenda a se movimentar na sala de aula, desenvolver contato visual com os alunos, manter uma postura aberta e utilizar os seus gestos como um mecanismo potente em todo o processo de ensino-aprendizagem. 

Com essas dicas, definitivamente a pergunta: “como se comunicar melhor com os seus estudantes” está respondida e você será capaz de, indiscutivelmente, melhorar comunicação com alunos

O que fazer para conquistar seus alunos?

Confira, a seguir, algumas dicas do que fazer para conquistar seus alunos:

Liberdade e autonomia

Ao propor e executar tarefas, forneça aos seus alunos um voto de confiança! Demonstre para eles que se houver uma cooperação, respeito e ajuda dos dois lados, as coisas irão fluir com mais naturalidade e não haverá a precisão de broncas, repreensões e desgastes para os dois lados!

Procure deixar o mais claro possível que eles têm a sua confiança, que eles são competentes o bastante e possuem qualidade dignas de serem exploradas e melhor desenvolvidas, mas que isso só será viável se todos colaborarem. 

Quanto maior a confiança, maior a liberdade e, assim, maior o respeito e dedicação. De acordo com a Física, uma ação sempre tem uma reação, logo, se seus alunos notarem que você lhes fornece confiança e autonomia (sem perder a questão do respeito), eles começarão a se auto-fiscalizar e se dedicar mais. 

Isso será algo natural e agradável para eles, tanto como turma, tanto como indivíduos que estão seus talentos, seus dotes e suas qualidades e, ainda mais do que isso, estão descobrindo como superá-las e melhorá-las diariamente.

Os alunos devem ter a capacidade autônoma e crítica de fazerem suas próprias escolhas e agir de modo responsável. | Foto: Freepik.

Motivação sempre traz bons resultados!

Imagine uma atividade que você não sente prazer algum em fazer, seja ir ao supermercado, ficar no trânsito, redigir relatórios, preencher planilhas. Agora, imagine que todas essas atividades lhe fossem apresentadas de um modo dinâmico, interessante e por alguém que, de fato, goste e acredite naquilo que está fazendo. E, além disso, que acredite que você é capaz de realizá-la de um jeito tão único e especial que nenhuma outra pessoa conseguiria! Bom, é assim que deveria ser a relação entre docentes e discentes, ou seja, é exatamente dessa forma que as atividades deveriam ser apresentadas aos estudantes!

Procure alternativas no momento de desenvolver a atividade! Realize uma votação democrática para que os estudantes decidam qual tipo de atividade desejam executar primeiro e de que modo querem fazer isso e use e abuse da “bolha” deles, incluindo músicas, séries, filmes, livros, redes sociais nas atividades.

Isso fará com que eles sintam que você está preocupada em realmente construir algo que seja do interesse deles e, certamente, se não se dedicarem tanto quanto você desejaria, pelo menos não irão desistir logo nos primeiros instantes. 

Use um aplicativo acadêmico para compartilhar conteúdos importantes

A escola onde você trabalha utiliza alguma ferramenta de comunicação? Se não utilizar, é extremamente indicado que o faça, porque o uso de um aplicativo escolar irá auxiliar a sua instituição a compartilhar conteúdos relevantes com os estudantes de modo rápido e prático. 

Ter um canal específico para o compartilhamento de vídeos, artigos, podcasts, arquivos, pdf’s e outras informações que atuam de forma complementar à sala de aula, pode colaborar muito para o processo de ensino-aprendizagem. 

Nos momentos de distrações e descansos, através do próprio celular, o aluno pode se preparar melhor, garantindo, assim, uma melhor capacidade de rendimento. 

A importância da comunicação com os alunos na escola

A valorização de uma comunicação eficaz e transparente entre professores e alunos é fundamental para o sucesso de uma instituição de ensino. Afinal, uma boa comunicação proporciona confiança, fortalece os vínculos e agrega valor ao nome e à reputação da escola. 

Saber como se comunicar melhor com os alunos é essencial para que seja estabelecida uma comunicação entre docentes e discentes, capaz de possibilitar uma troca contínua e saudável de conhecimentos e valores, promoção de melhorias, mudanças e evoluções particulares dos alunos e desenvolvimento pedagógico e social.

No campo educacional, a interação professor – aluno é indispensável para o êxito no processo de ensinar e aprender. | Foto: Freepik.

Como a Sapium pode te ajudar nesse processo?

Se você é um professor, que está interessado em criar e vender conteúdos, precisa conhecer a Sapium! A Sapium é uma comunidade e-learning e networking constituída por professores sedentos por ensinar e transformar a vida dos alunos! A Sapium é totalmente integrada com um ambiente de estudo interativo e é detentora de uma infraestrutura completa para o aluno atingir seus objetivos. 

Assim sendo, a plataforma oferece uma série de cursos em que você pode transmitir os seus conhecimentos, tais como: cursos de arte; cursos acadêmicos (abrangendo letras, línguas, comunicação cartográfica, redação, química básica, química orgânica, termodinâmica, teologia, etc); cursos de desenvolvimento pessoal; cursos de negócios; cursos de saúde, esportes e beleza; e outras variedades como animais de estimação, jardinagem e paisagismo. 

Os cursos são segmentados em três níveis: iniciantes, intermediário e avançado, podendo ser feitos em inglês ou em portugûes, dependendo da escolha do estudante. Além disso, eles podem ser de graça ou serem pagos, com a opção do cliente fazer uma assinatura com certos benefícios, dependendo do plano escolhido. 

Por fim, a Sapium acredita que para promover uma experiência de aprendizado íntegra e completa, comparável com as aulas presenciais, é preciso oferecer ao aluno uma interação humana, com colegas e professores. 

Assim, é essencial que a pergunta “como se comunicar melhor com os alunos” esteja respondida ao final deste artigo, para que você, como professor, consiga lecionar na Sapium da melhor forma possível! O que está esperando? Se inscreva já e, através da educação, transforme a vida de inúmeras pessoas!

A Sapium pode te ajudar a encontrar a oportunidade de emprego que você estava tanto esperando! | Foto: Freepik.

sapiumblog

Deixe uma resposta