Aprenda qual é o benefício de ter uma identidade visual bem definida e saiba como desenvolver uma perfeita para o seu curso!

Sabe quando vemos um elemento fora de contexto e isso nos faz lembrar instantaneamente de alguma marca? O “M” amarelo que remete ao McDonald’s, o vermelho Coca-Cola e a maçã mundialmente famosa da Apple? Isso é o resultado de uma boa identidade visual

Grandes marcas que conseguiram seu destaque entre a concorrência possuem em comum uma identidade visual memorável e marcante, que condiz com seus ideais e os transmite através de uma linguagem visual. 

Entenda a importância da criação de uma identidade visual. | Foto: Unsplash.

O que é identidade visual?

A identidade visual consiste em todo o conjunto de aspectos gráficos e visuais que compõem uma marca: paleta de cores, formas, fontes e logotipo. Tudo isso é capaz de possibilitar sua fácil identificação e diferenciação dentre as demais concorrentes no mercado.  

A identidade visual de uma marca é pensada com base em seus princípios e nos valores e visão de mundo que ela quer passar aos clientes. Então, tudo da identidade visual é criado com base em conceitos, definidos previamente e nada é feito de forma aleatória apenas pela estética. 

Qual é o papel da identidade visual e como funciona a identidade visual?

O visual, em geral, é uma forma de linguagem extremamente importante e poderosa que não deve ser subestimada. O uso de um visual atrativo faz com que mensagens já fortes sejam vistas e ganhem atenção com uma facilidade muito maior. Caso contrário, a utilização de uma identidade confusa e pouco harmônica pode fazer com que o público se afaste e não compre um produto. 

Uma identidade visual bem desenvolvida, com significado e coerência, atrai clientes para seu negócio e o torna, além disso, mais memorável. É muito mais provável que clientes satisfeitos se lembrem e retornem ao seu serviço caso ele seja atrativo visualmente. 

Confira, a seguir, os principais passos para criação de uma identidade visual de sucesso para divulgação de seu curso na Sapium:

Exemplo de identidade visual empresa. | Foto: Unsplash. 

4 passos para definir sua identidade visual

1. Briefing: saiba seu objetivo

O Briefing é o primeiro passo para a produção de qualquer projeto de marketing e comunicação no geral. Ele se trata da reunião e definição de todas as ideias que definem o conceito que você quer passar com seu produto, no caso, o curso. 

Perguntas como “Quem é meu público?”, “Como eu quero que meu público identifique meu curso?” e “Qual meu diferencial em relação à concorrência?” devem ser respondidas neste momento. 

2. Brainstorming: tenha o máximo de ideias possíveis

Tendo um plano central definido no passo anterior, é hora de partir para o brainstorming, ou “tempestade de ideias”, no português. Esse passo é o mais livre, mas também um dos mais importantes. 

Nele, é preciso se permitir criar e não reprimir nenhuma ideia. Esteja com a cabeça fresca e descansada, pegue um papel e escreva tudo que vem à mente relacionado à imagem do seu curso. 

Existem várias técnicas de brainstorming, como criar listas de palavras, mapas mentais e imaginar cenários incomuns. As ideias mais absurdas podem ser as melhores, e mesmo que não reflitam o produto final, podem ser um ponto de partida importante para se chegar a ele.

Processo de brainstorming. | Foto: Unsplash. 

3. Defina seus elementos

Feito o brainstorming, deixe as ideias surgidas descansarem por um tempo. Ao voltar a elas, você terá outra visão e provavelmente já saberá o que mais gostou e qual caminho quer seguir. Então, é hora de definir cada elemento que irá compor sua identidade visual de fato.

Uma dica é escolher suas cores com base em sentimentos. Por exemplo: o azul passa uma ideia de seriedade e tranquilidade, já o vermelho pode refletir algo mais vivo e intenso. Escolha uma paleta simples e sem muitas cores. Variações de um tom monocromático ou uma combinação de duas ou três cores complementares são sempre boas opções. 

A tipografia também deve ser totalmente legível, então escolha fontes claras que não deixem dúvida sobre nenhuma letra. Não queremos que um “m” pareça um “n”, nem nada do tipo. Além disso, selecione elementos e formas que você gostaria de incluir na sua identidade visual. Se seu curso é sobre língua estrangeira, por exemplo, elementos interessantes poderiam ser ícones de mapas e livros. 

As formas básicas têm um papel significativo em uma identidade, pois transmitem ideias inconscientes às pessoas. Os quadrados, por exemplo, podem lembrar um conceito de objetividade, já os círculos transmitem conexão e proximidade e os triângulos podem passar a ideia de crescimento e infinito.  

É importante ressaltar que, embora todas essas concepções sejam conhecidas, nada disso é uma regra imutável. Significados são subjetivos e você também pode seguir sua intuição na hora de escolher seus elementos. 

A paleta de cores é muito importante para a identidade visual. | Foto: Unsplash.

4. Criação

Programas como Adobe Photoshop e Illustrator são os mais usados por designers gráficos na criação de identidades visuais para marcas. Porém, suas interfaces nem sempre são intuitivas e caso você não seja um profissional da área, não há a extrema necessidade de trabalhar através deles. 

O Canva, por sua vez, é um programa de edição on-line bem mais simples e muito usado por iniciantes e amadores para criar seus próprios trabalhos. Ele conta com templates prontos e também a opção de personalização, com um banco variado de ícones e imagens. 

Então, para a criação da sua identidade visual, defina todas as peças que você precisa para a divulgação de seu curso, como as imagens de capa dos vídeos, por exemplo, e monte-as seguindo uma unidade, com base em todos os elementos escolhidos nos processos anteriores. 

Dicas na hora de definir sua identidade visual

Menos é mais: não se preocupe em colocar muitas coisas em sua identidade visual ou em ter a melhor das habilidades com edição. Muitas vezes, algo simples, mas bem-feito pode ser a melhor opção. 

Coloque sua essência em sua identidade: regras são importantes, mas não tenha medo de inovar e ser você mesmo. Se seu curso conseguir transmitir parte da sua mensagem através da imagem, isso significa que a identidade visual funcionou. 

Para mais conteúdos que te ajudem a construir seu próprio curso e mais detalhes sobre identidade visual, não se esqueça de visitar nosso blog

Identidade visual. | Foto: Unsplash.

sapiumblog

Deixe uma resposta