Inbound marketing 2021: Aplique estratégias que irão aprimorar o seu negócio online

A forma de “vender o peixe” é um dos fatores que influenciam no crescimento dos negócios. O mercado vem mudando a cada instante e, com isso, pequenas, médias e grandes empresas precisam encontrar um jeito de se reinventar com ferramentas como a tecnologia e o marketing para continuar atraindo clientes. Conheça, neste artigo, o Inbound Marketing, uma estratégia que traz clientes voluntariamente.

Além disso, confira como o Inbound Marketing foi criado, como é utilizado, quais são os benefícios da estratégia, como fazê-lo e as principais diferenças de Outbound Marketing.

Histórico e origens do Inbound

O conceito de Inbound Marketing, em tradução livre, marketing de atração, se popularizou nos Estados Unidos após o lançamento do livro Inbound Marketing: seja encontrado usando o Google, a mídia social e os blogs, de Brian Halligan e Dharmesh Shah.

Entenda por que é importante investir em Inbound Marketing. | Foto: Unsplash

O que é e para que serve o Inbound Marketing

No Inbound Marketing, o cliente que vai atrás dos serviços da empresa. Por meio de uma ferramenta que se chama marketing de conteúdo, utilizado para atrair, educar e também encantar visitantes e aumentar a chance de converter o visitante em um potencial cliente, ou em lead. Devido à popularização do Inbound Marketing, empresas de diferentes portes estão aderindo o método para conquistar clientes e potencializar as vendas. E, claro, deixando a marca registrada.

Motivos pelos quais o seu negócio não pode ficar de fora dessa estratégia

De acordo com a Orgânica – Natural Marketing, em três anos, empresas passaram a investir mais em Inbound Marketing, logo tendo um aumento de 50% no plano estratégico das corporações. Logo, 92% dos norte-americanos formados em marketing afirmam que a estratégia do Inbound Marketing é fundamental, pois, levando em conta o contexto de que a comunicação está voltada para a internet.

Além de trazer potenciais clientes ao negócio, investir no Inbound Marketing é barato e traz mais chances de atrair clientes, investir em Inbound Marketing é 62% mais em conta do que o marketing tradicional, o Outbound Marketing. 

O que é Outbound Marketing?

Contato por e-mail, telefone, anúncios são práticas comuns de Outbound Marketing. As características do Outbound são a comunicação unilateral, logo, a marca fala e o público ouve, porém não garante que o público se interesse pelo que você está vendendo e a interrupção constante do consumo para que a mensagem seja passada passa a ser um contragosto para o espectador. Assim, tendo uma grande possibilidade de desinteresse pelo produto ou serviço que o anunciante está oferecendo.

Com menos investimento e com resultados eficientes, a estratégia de Inbound Marketing consiste em atrair clientes e consumidores sem impor publicidade que atrapalha a imagem e a credibilidade da empresa.

Para evitar esse tipo de comportamento, existe o marketing de permissão, com técnicas eficientes de atração de possíveis clientes, com o objetivo de convertê-las em consumidoras e, além de tudo, construir um relacionamento de qualidade, logo, fidelizando antigos e novos consumidores. Saiba mais sobre no próximo tópico!

Marketing de permissão e Inbound Marketing

A utilização do Outbound Marketing pode fazer com que possíveis clientes se desinteressem pelo produto ou serviço anunciado. A pirâmide de Chet Holmes representa o comportamento do mercado, logo, tendo respectiva percentagem de interesse do público.

O método de marketing de permissão foi desenvolvido por Seth Godin, especialista de marketing. A estratégia se baseia na aceitação do consumidor. Então, a pessoa só receberá notificações, e-mails e promoções se for do interesse e da vontade dela.

Após conquistar aceitação de clientes em potencial, a empresa ganha liberdade e espaço para enviar comunicação publicitária, como newsletters, promoções, lançamentos de produtos e muito mais. Há grandes vantagens do marketing de permissão, porém há três pontos em destaque:

  • Menos investimentos; 
  • Mais conversão;
  • Mais privacidade do cliente.

A comunicação só atingirá pessoas interessadas no conteúdo e em comprá-lo. Nesse caso, as chances de conversão aumentam e o retorno passa a ser maior por conta do direcionamento específico ao público-alvo. 

O cliente passa a ter mais segurança em relação às publicidades invasoras, pois sua marca não estará em lugares privados sem a autorização do cliente, tendo uma vantagem de valorizar a imagem e o nome da sua empresa. 

Etapas do Inbound Marketing

A estratégia do Inbound Marketing possui etapas importantes para sucesso efetivo: atrair, converter, relacionar, vender e fidelizar. Conheça, neste tópico, a relação entre as etapas no Inbound Marketing.

  • Atrair: A criação de um blog está atrelada a um dos pilares do Inbound Marketing, o marketing de conteúdo. Entretanto, o blog não se remete apenas a textos aleatórios, e sim de conteúdo qualitativo para criar relacionamento e identificação com os visitantes.
  • Converter: Essa etapa complementa a anterior. O visitante precisa virar lead e logo avançar para a compra. Existem formas de transformar visitantes em leads, por meio de criação de ofertas, seja diretas, voltadas à compra, com demonstração de software ou experiência gratuita; e as indiretas, que são focadas em educar e resolver problemas específicos dos Leads por meio de eBooks, webinars, ferramentas.
  • ​Relacionar: Por meio do direcionamento específico por meio de marketing e newsletters, é possível potencializar as vendas para alcançar mais as pessoas interessadas.
  • Vender: Essa etapa gera oportunidades de negócio para a sua empresa. Há casos em que o processo de venda ocorre dentro do próprio site, e em outros, dependendo do contato entre um vendedor e o potencial cliente.
  • Fidelizar: Nessa etapa, a criação de conteúdos encantadores, o engajamento dos consumidores e as ofertas em alguns momentos são fatores importantes para manter a fidelidade do cliente e a admiração pela empresa.

Inbound Marketing exemplos

Se você chegou até esse tópico, deve estar se perguntando quais empresas são aderentes do Inbound Marketing, entre elas, destacam-se: Coca-Cola, Starbucks e Nike.

1. Coca-Cola

A marca possui o Coca-Cola Journey, um portal com notícias e produções originais diariamente, com pautas importantes, como sustentabilidade e meio ambiente.

2. Starbucks

A marca produz conteúdo para as redes sociais, apps e nas suas lojas, logo, aumentando a base de clientes. As atrações pelos espaços sofisticados das lojas instigam potenciais clientes, sejam eles estudantes, publicitários, ou mesmo empreendedores.

3. Nike

Entre outros exemplos, a Nike atua na produção de conteúdo para blogs, parceria e marketing com influenciadores digitais e o marketing para redes sociais. O vídeo “Make It Count” mostra que a marca busca atingir o seu público por meio de outros canais não tradicionais, utilizando principalmente a ferramenta de Inbound Marketing.

sapiumblog

Deixe uma resposta