Saiba por onde os dentistas podem começar a criar um curso online para estudantes da área e outros públicos

Você, dentista, já teve vontade de compartilhar seu conhecimento com outras pessoas que estão buscando uma formação na mesma área que você? Ajudar outros dentistas a melhorar cada vez mais em seu trabalho e carreira? Ou até mesmo ter uma renda que complemente a do seu consultório, podendo ganhar até mais e dentro de sua casa? Veja aqui como criar um curso de dentista para auxiliar na capacitação de outros dentistas ou futuros dentistas!                                                                                                                                                                   

Cursos de dentistas. | Foto: Unsplash

Como criar um curso odontológico?

Ao decidir que você realmente criará um curso, uma das principais dúvidas que aparecem em mente é “como posso criar/ projetar esse curso?”. Mesmo com o estigma presente com cursos online, alegando que não é possível que se absorva o conteúdo ministrado pelo professor da mesma forma que seria absorvido se a aula fosse de forma presencial, é possível sim criar um conteúdo que seja intuitivo e fácil para que seus alunos consigam aproveitar ao máximo a experiência a eles proporcionada, os ajudando a se tornarem profissionais melhores e mais qualificados e no mercado. 

Uma das etapas cruciais do processo é a hora de escolher a plataforma que possa atender todas as suas necessidades e consiga proporcionar uma experiência única para seus alunos, e nisso a Sapium é especialista. Com uma plataforma que consegue oferecer um ambiente de estudo totalmente interativo, ela acredita que para que o estudo online consiga se equiparar ao estudo presencial, é preciso que seja oferecida uma interação humana entre aluno, colegas e professores. 

Essa comunidade de e-learning tem toda a estrutura necessária para que você crie seu negócio digital, seus cursos, da melhor maneira possível. Seus cursos podem começar de uma maneira mais básica, como PowerPoints explicando de forma aprofundada o tema da aula, e depois ir evoluindo para vídeo aulas, onde há uma interação maior entre o aluno e o professor, tornando-se uma didática mais “humana”. 

Apesar de ser uma ótima ideia criar seu negócio digital e disponibilizar cursos de especialização ou até mesmo pós-graduação, é importante lembrar que a graduação em si, principalmente quando se trata de odontologia, deve ter sempre seu ensino presencial priorizado, já que ali o aluno aprende tudo do básico, e precisa aprender a lidar com os pacientes, por se tratar de um curso dentro da área da saúde.

Como criar um curso e quais ferramentas utilizar para fazer o marketing odontológico?

Graças aos infoprodutos, mais dentistas conseguem se tornar professores e difundir conhecimento, deixando-o mais acessível, principalmente por ser online e por vezes mais barato, beneficiando o estudante, que consegue o material de qualquer lugar do mundo, e o professor, que além de ganhar uma renda extra, pode fazer isso do conforto de sua casa ou de seu próprio consultório. 

No tópico acima, vimos como criar e projetar seu próprio curso, porém, como fazer o marketing odontológico de seu produto? A fim de não deixar seu conteúdo cair no esquecimento, e conseguir manter sempre número altos, sendo de adesão ao curso, e principalmente, conclusão dele, é possível seguir algumas das dicas a seguir para aumentar ainda mais a qualidade e popularidade de seu negócio digital, entregando um produto de qualidade para mais pessoas.

1- Parcerias com outros dentistas professores

Talvez, já existam profissionais que dão aulas em cursos online sobre o tema que você deseja cobrir em suas lições, ou que lecionam um tema que seria complementar ao seu. Nesse caso, seria interessante uma aula especial sua para incrementar o curso desse professor, além de você conseguir se habituar mais facilmente para o seu curso, fazendo essa aula como uma “experiência”, além de já atrair um público inicial para seu negócio. 

Outra opção viável também é se juntar a um profissional que não necessariamente já tem um negócio digital, mas que planeja começar um e deseja formar uma certa parceria em seu produto, assim os dois podem trocar experiências e serem beneficiados igualmente.

2- Escolher um nicho para seguir

Quando se foca em um tema específico, é muito mais fácil ter ideias de por onde começar seu produto, como será a didática de suas aulas, o tempo necessário, materiais necessários etc. 

Imagine que você trabalhe com odontopediatria, por exemplo. Uma ideia de curso possível seria um para estudantes que querem seguir essa área e precisam de dicas, ou um que sirva de orientação para os responsáveis das crianças, ou um que alerte sobre os perigos do açúcar em excesso nessa fase, por exemplo. É válido fazer uma certa pesquisa no mercado, ver o que exatamente está faltando e que seria muito útil se fosse disponibilizado por você, ajudando não só os que estudam suas aulas, mas também formando um certo nome no mercado para seu produto.

3- Investir em sua estrutura

É importante investir em uma estrutura inicial. Não precisa ser necessariamente a melhor que existe, é possível ir investindo nela ao longo do crescimento de seu produto. Além da estrutura física, como uma boa câmera para gravar suas aulas, é bom separar um tempo de sua semana para focar em responder clientes, divulgar seu produto e preparar mais conteúdos. 

Como criar um curso e fazer marketing digital para dentistas? 

Para conseguir fazer um bom marketing digital, siga essas dicas:

1- Entregue o que é da curiosidade do seu público

Uma boa estratégia, como dito no tópico anterior, é ver o que falta no mercado e é relevante para seu público alvo, ajudando ambas as partes.

2- Faça uma amostra grátis

Entregue algo de graça para seu público, seja isso um ebook, ou uma aula de introdução. Ao entregar essa amostra, você captura a curiosidade do cliente, fazendo com que as chances de que seu curso seja comprado aumente, além de garantir uma boa qualidade do produto.

3- Mantenha o contato com seus alunos

Ao adquirir seu curso, eles deixam seu telefone ou email. Aproveite esses dados para sempre checar como está o progresso deles, se há alguma dúvida ou algo que possa ser melhorado na plataforma. Assim dará a eles uma sensação de que não estão sozinhos, melhorando essa interação de alunos e professores.

Agora, ao pensar em como criar um curso, você pode usar este guia para facilitar o processo!

Caso você tenha mais interesse em cursos da área da saúde, confira os da Sapium, escolha o que mais combina com você e tenha uma excelente experiência de aprendizado. Confira agora! 

sapiumblog

Deixe uma resposta