Aprenda a precificar seus cursos!

Para obter lucro com seus cursos online, é necessário precificar o serviço de forma correta. O que é precificação e como precificar um produto, no entanto, são dúvidas frequentes para empreendedores de serviços físicos e online. Isso porque atribuir um preço a algo pode não ser tão simples, além disso, valor e preço são coisas distintas e que causam muita confusão nos negócios.

Pessoa posando para foto em frente a mesa com computador

Descrição gerada automaticamente

Saiba o que é precificação e como precificar um produto ou serviço. | Foto: Freepik.

Dito isso, mostramos, a seguir, o que é e como precificar um serviço na web, como cursos online, por exemplo. Além disso, garanta 5 dicas para precificar sem erro!

O que é a precificação?

A precificação de um produto é algo muito importante, pois quando pensamos em vender algo e atribuir um valor, com essa palavra adquirindo sentido de preço, estamos pensando uma margem de lucro para nosso negócio. Para que isso ocorra, acredita-se na eficiência das vendas e em como os concorrentes podem achatar o valor/preço de seu produto.

A eficiência, contudo, não está relacionada apenas à atribuição de valor, pensando em um custo determinado para poder gerar o lucro, mas ao incentivo para os clientes de pagar mais por seu produto, para que você fatore mais e que esse ponto seja seu lucro.

Dito isso, precificar é compreendido como pensar, pesquisar, apurar custo, atribuir valor, processar informações e definir o preço e as condições de venda do seu produto, para alcançar seus objetivos, seja lucro, autoridade no mercado, entre outros. 

Os pontos principias para precificar um produto, descritos acima, podem ser explicados da seguinte forma:

  • Pensar: é necessário, antes de tudo, pensar nos objetivos do seu produto e na razão pela qual está atribuindo o valor a ele. Nessa parte, você irá pensar no custo, ou seja, no preço para sua criação, nos processos que utilizou e irá definir tudo o que deseja.
  • Pesquisar: esta é a segunda etapa do processo de precificar seu produto. Pois é preciso pesquisar se o mercado oferece aquilo que você irá oferecer, quais as diferenças, o porquê o seu é melhor e o valor que o mercado está atribuindo àquele produto ou serviço.
  • Custo: é preciso conhecer o custo de seu produto, ou seja, o valor que você investiu para sua criação e/ou disponibilização do serviço. Tudo o que gastou será levado em consideração, pois é o custo que definirá se o valor/preço atribuído lhe trará lucro.
  • Atribuir valor: aqui, o sentido de valor se volta para a qualidade, ou seja, o que faz seu produto ser melhor, quais os diferenciais dele. Isso irá incentivar o público a pagar mais por seu produto ou serviço.
  • Processar informações: após obter as informações necessárias, está na hora de atribuir o valor/preço ao seu produto, precificar de uma vez por todas. Para isso, é preciso analisar o que você coletou e aplicar as informações e as fórmulas necessárias.
  • Objetivo: saber o que deseja com aquele valor e o que irá fazer para alcançar esse objetivo, ou seja, quais as medidas irão adotar. Por exemplo, irá trabalhar com 10% de prejuízo durante um ano para conquistar o mercado desejado.

Como precificar um curso

Precificar um curso online irá funcionar da mesma forma que precificar outros tipos de produtos ou serviços. É preciso levar em consideração o mercado em que está inserido, ou seja, quais os produtos que já são oferecidos, os diferenciais do seu, ou seja, seu valor (qualidade) e definir a margem de lucro dele.

O segmento de mercado é decisivo, pois é preciso conhecer a persona, ou seja, quem irá consumir seu curso. Quem são, suas características, o que buscam, quais suas necessidades, o quanto estão dispostos a pagar por um produto. Nesse ponto, você analisará outras empresas, para saber o que elas estão fazendo, o valor que atribuem àquele serviço ou produto.

Em seguida, no processo de montagem, será feito o cálculo de custo, ou seja, os custos e despesas para a criação de seu curso. São levados em consideração dois tipos de custo:

  • Custo do produto: o custo da montagem de seu curso, como despesas com materiais para as aulas, hora/aula dos professores que participaram do curso online, despesas relacionadas à pesquisa para a criação do curso, entre outros pontos.
  • Custo operacional: o custo para gravar aquelas aulas, como com equipamentos e espaço, custo para colocar o curso na internet, entre outros.

Para calcular os custos e, por fim, converter no valor de seu curso, serão aplicados os seguintes cálculos:

  • Compra de mercadoria: o que foi gasto para produzir, como matéria-prima, equipamentos, entre outros materiais que serão calculados para precificar. Por exemplo, uma câmera de R$ 50, um microfone de R$ 25 e um conjunto de luzes de R$ 100. A conta será – 50 + 25 + 100 = R$ 175. Esse é o valor gasto com a compra do que foi necessário.
  • Outras despesas: pense em outros gastos como o valor pago aos professores, como a despesa com o ambiente, entre outros, que serão usados para precificar o produto. Por exemplo, gastei R$ 500 por dia no espaço de gravação e gravei por três dias. Paguei, por dia, R$ 200 reais ao professor participante. A conta será – 500 x 3 = R$ 1500; 200 x 3 = R$ 600 – 1500 + 600 = R$ 2100. Esse será o valor pago para essas despesas.
  • Lucro: você irá pensar o quanto deseja lucrar em seu produto, para isso é preciso pensar no custo. Por exemplo, desejo um lucro de R$ 1000. Pois sei que para meu custo e o valor de meu produto no mercado, essa quantia está boa, além disso, com esse lucro posso investir em meu negócio. 
  • Valor do curso: para saber qual será o valor de seu curso, some tudo (custo total e lucro) para saber seu faturamento, ou seja, valor/preço. Exemplo – 175 + 2100 + 1000 = R$ 3275. Esse é o valor mínimo a se faturar por mês.
  • Valor final: você poderá dividir o valor entre seus alunos e pessoas que comprem. Por exemplo, tenho dez alunos e por mês tenho que receber, no mínimo R$ 3275. Posso dividir – 3275 ÷ 10 = R$ 327,50. Esse é o valor mensal para seus dez alunos.

Para precificar, é preciso analisar mercado e valor dos produtos semelhantes a ele, contabilizar o custo e somar todos os valores obtidos. Em alguns casos, é possível dividir esse valor.

5 dicas para precificar

Existem dicas valiosas que um empreendedor pode seguir quando for precificar seus produtos, principalmente os cursos online. 

1. Estudar o mercado

Antes de ingressar em um mercado, ou seja, antes de precificar seus produtos, pensar em custo e valor, é preciso estudar. Conferir qual a situação do mercado, ele está em ascensão, defasagem, quem faz parte dele, quanto cobram por produtos e serviços.

Por exemplo, o mercado EAD, para cursos a distância, está crescendo no Brasil, o que significa que há muito a ser abordado. As principais áreas dentro desse mercado são: cursos preparatórios (vestibulares, concursos, entre outros); e-learning para empresas; cursos livres profissionalizantes; cursos para crescimento pessoal (coaching); cursos de idiomas.

Necessidade do público

Conhecer seu público é tão importante quando conhecer o mercado em que irá se inserir. Então, antes de precificar, análise que irá consumir o seu curso, ou seja, o público-alvo. Você está preparando um curso para pré-vestibular, então seu consumidor será pessoas com 18 anos ou mais, que buscam conteúdo a respeito de história, português, matemática, entre outras disciplinas. Essas pessoas precisam compreender o que não foi absorvido ou ensinado na escola, então precisam de complemento muitas vezes, e não do básico.

3. Preço x Valor

Saber que valor e preço, na prática, possui uma diferença é muito importante, pois confundir os dois termos pode lhe causar problemas.

  • Valor: é a qualidade de seu produto, ou seja, o valor que ele possui para o seu público-alvo. Seu curso é bem-quisto por seus alunos, ele possui diferencial e chama a atenção daqueles que o conhecem. Se agrega conhecimento, é útil e relevante, ele possui valor.
  • Preço: o preço é uma consequência do valor, pois quanto melhor for o valor entre o público, mais eles estarão dispostos a pagar. Ou seja, preço é o dinheiro que será pago pelo curso, produto/serviço.

4. Custos e despesas

Quanto mais você souber sobre o custo e despesa de seu produto, melhor, pois assim você poderá agregar o melhor valor (preço) a ele, tendo garantia de que ele lhe trará lucro. Então coloque tudo no papel, como o custo com professores para as aulas; gastos com a produção de conteúdo; custo com a gravação de videoaulas; valores operacionais, como aluguel de equipamentos de iluminação ou filmagem, espaço físico para as gravações; custo fixo; gastos com marketing e divulgação do curso; custo com a internet e manutenção da plataforma utilizada.

5. Margem de lucro realista

Uma margem de lucro realista é fundamental, pois ela representará um termômetro do sucesso e desempenho de seu curso entre o seu público-alvo. Por meio da margem de lucro, é possível um valor real, para ser adicionado a precificação de seu curso online.

Cálculo da margem de lucro:

A margem de lucro é calculada a partir do lucro do negócio dividido por sua receita total (é possível multiplicar o resultado por 100 e obter o resultado em forma de porcentagem). Exemplo, a receita de seu curso é de R$ 3000 e o lucro é de R$ 500, sendo assim – 500 ÷ 3000 x 100 = 16,66%. 

Sapium: Plataforma de cursos online

A Sapium, plataforma de cursos online, oferece um ambiente completo para alunos e professores. Com aulas particulares e exclusivas, oferece os melhores cursos para quem deseja se aprimorar profissionalmente, seja na área de Marketing Digital ou em vendas pela web. Além disso, te auxilia com etapas presentes no passo a passo de como preparar aulas online.

Para mais, oferece um blog, repleto de conteúdos que facilitam a vida de seus alunos e de outros usuários, que buscam informações sobre a criação de conteúdo para a web, vendas online, educação, como precificar produtos, entre outros.

Então, confira mais conteúdos sobre como criar, precificar e hospedar em plataformas seu curso clicando aqui!

sapiumblog

Deixe uma resposta