Saiba tudo sobre thumbnails e capas para o seu curso online

Elas são o primeiro contato dos alunos com o seu produto e podem ser o fator decisivo para realizar a venda

Existem muitos elementos que influenciam os resultados das suas vendas. Alguns deles, em uma visão macro, como a economia e a política, fogem quase que completamente do seu controle.

Mas trazendo isso para mais perto, com uma visão micro, as variáveis recebem muito mais influência do seu planejamento e de suas ações.

É aquela história: não há por que se preocupar. Se algo pode ser feito sobre um problema, então, não é preciso se preocupar. Se não há nada que possa ser feito, então, não há motivo para se preocupar.

A boa notícia é que há muito para ser feito para aumentar as vendas do seu curso online e emplacar sua carreira de professor digital de uma vez.

Isso significa mais um dia de aprendizado no blog da Sapium, que também traz mais um termo em inglês para agregar à sua carreira e vocabulário: thumbnail. Em uma tradução livre e literal, podemos dizer que o nome seria algo como “unha do polegar”. É estranho, mas ele até faz sentido.

As thumbnails são as miniaturas dos vídeos, as “capas”, que mostram algum trecho ou outro conteúdo interessante do vídeo para o usuário antes de ele apertar o play. E se você parar para pensar, a unha do seu polegar também serve como uma “capa miniatura”.

Independente do significado, as thumbnails exercem grande influência na sua taxa de conversão, e aprender a utilizá-las da melhor forma pode ajudar você a vender muito mais.

O que é de fato uma thumbnail?

Ainda que o nome e o conceito original remetam a uma miniatura, as thumbnails passaram a ter uma aplicabilidade muito maior nos últimos anos.

O YouTube foi e ainda é um dos principais lugares que você as encontrará, com a diferença de que hoje elas têm uma produção muito melhor, mais profissional e interessante para o usuário.

Além disso, elas exercem um papel importante na otimização da navegação.

O Google Imagens, por exemplo, utiliza de diversas thumbnails (nesse caso, de fato miniaturas), para exibir todo o conteúdo da pesquisa.

Se não fosse dessa forma, ao invés de ter o resultado da sua busca em milésimos de segundo, seria preciso esperar muito tempo para que o Google conseguisse carregar todo o conteúdo em seu tamanho original.

Podemos ver a thumbnail como um artifício para deixar o seu conteúdo mais profissional, agradável e atrativo para o usuário, aumentando suas taxas de conversão e otimizando seus resultados em buscas na web.

De fato, a thumbnail é a imagem exibida no seu vídeo antes dele ser reproduzido, o que significa que ela poderia ser simplesmente um frame congelado de algum momento da sua aula.

Mas fazer isso seria como desperdiçar todo o potencial desse recurso.

Como utilizar uma thumbnail?

A thumbnail promete muito mais visibilidade e destaque para o seu conteúdo, e se você souber combiná-la com outros elementos, o resultado pode ser ainda melhor.

Já falamos aqui sobre a importância do título do seu curso, e ele também pode ser um excelente aliado da sua capa.

Bons títulos muitas vezes utilizam de gatilhos mentais e iscas digitais para aumentar a atratividade, taxa de cliques e de conversão.

Mas esses elementos também podem estar presentes na sua thumbnail, como uma espécie de complemento ou extensão do título.

Imagine o seguinte exemplo:

  • Título: Os 10 cursos online mais procurados e vendidos da Sapium
  • Thumbnail: O número 3 precisa de mais professores

Você já deve ter se deparado com esse exemplo algumas vezes, no YouTube, Facebook e Instagram.

Assim como a capa de uma revista ou livro, a sua precisa ser atrativa e isso não significa apenas uma arte bem feita, mas utilização de técnicas de copywriting que aumentem o valor do seu conteúdo.

O uso desses elementos pode elevar a atratividade do seu vídeo, mas lembre-se de utilizá-los com moderação e nunca induzir o clickbait.

O clickbait é uma forma sensacionalista e/ou enganosa de atrair o usuário para o seu conteúdo. Um título ou thumbnail são as formas mais frequentes de clickbait, que prometem algo diferente do que de fato estará presente no material.

Senão, seu título e thumbnail passarão a ter o efeito contrário, tornando-se evitados pelos usuários e penalizados por mecanismos de busca.

Produzindo a sua thumb

Para que você possa utilizar o máximo de seu potencial, a thumbnail deve ser produzida de forma individual.

O processo pode se assemelhar bastante a criar a arte de um post, mas, claro, adaptado para o formato do seu vídeo.

Geralmente, elas utilizam do tamanho de 1280×720 pixels, que deve ser o suficiente para garantir uma boa qualidade de imagem independente da situação de exibição. Quanto à proporção, ela deverá ser a mesma dos seus vídeos, 16:9 – também conhecido como widescreen.

Essas informações podem ser úteis se você pretende produzir as artes das suas capas em um software de edição, com o Adobe Photoshop ou Premiere.

Caso você não tenha experiência nessas ferramentas, existem alguns sites que prometem facilitar esse processo, como o Canvas e o Fotor.

Lembre-se de utilizar elementos e textos atrativos, como gatilhos e iscas digitais, além de conectá-la com o seu título.

Por último, caso você precise de alguma referência e inspiração para fazer a sua primeira thumb, acesse o YouTube, vá até a barra “Em Alta” e confira as que foram utilizadas nos vídeos mais visualizados do momento.

Agora que você já sabe alguns conceitos básicos sobre thumbnails, é hora de colocar a mão na massa.

Ainda tem alguma dúvida? Deixe seu comentário aqui embaixo, e, se preferir conversar com a gente ao vivo, acompanhe nossa live no Instagram que acontece todas as terças-feiras, às 21h.

sapiumblog

Deixe uma resposta