Como criar uma esteira de produtos

Criar uma esteira de produtos é fundamental para qualquer estratégia de venda de curso online e você não deveria começar a estruturar o seu conteúdo sem antes conhecer mais afundo este assunto.

Quando tomamos a decisão de nos tornar professores online, precisamos, em seguida, pensar na nossa esteira de produtos.

Ter em mente apenas a criação de um curso online e não de uma sequência de infoprodutos, tornará toda a sua estratégia mais difícil e, ainda por cima, levará muito mais tempo para você alcançar as suas metas.

Se você ainda não sabe ao certo o que vem a ser uma esteira de produtos e como criar uma, acompanhe a leitura deste post, pois vamos explicar cada um destes pontos.

O que é uma esteira de produtos?

Para o seu negócio digital ser escalável, você precisa pensar em uma sequência de cursos online, ou seja, uma continuidade de ofertas de produtos.

Além disso, você irá precisar levar em consideração alguns aspectos como:

  • Profundidade do conteúdo;
  • Etapas do funil de vendas;
  • Esforço envolvido;
  • Preço.

Tudo isso irá guiar a criação da sua esteira de produtos.

Em outras palavras, ela nada mais é do que um caminho de cursos e materiais que os seus alunos precisam adquirir para ganhar confiança no seu trabalho e se sentirem seguros para comprarem o seu curso mais completo e, consequentemente, mais caro.

A esteira de produtos sempre irá partir do seu conteúdo mais simples, e mais barato (podendo até ser gratuito) e vai evoluindo até os seus conteúdos maiores e mais densos.

Como criar uma esteira de produtos?

Criar a sua sequências de ofertas ficará ainda mais fácil quando você conseguir pensar no todo.

Isso significa que, para oferecer o seu curso online, você antes já irá precisar imaginar quais conteúdos serão precisos ser criados, que irão guiar o seu aluno até onde você deseja que ele chegue.

Pense como se fosse uma escada e cada degrau tem a função de fazer com que a pessoa conheça o seu trabalho e sinta mais confiança no seu conhecimento e autoridade.

Desta maneira, vai ficando mais fácil para que ela se convença de que você é a pessoa que ela precisa para conquistar os objetivos dela ou até superar as dores que ela tem.

Produto de entrada

É um produto de menor valor, ou seja, mais acessível para o seu público.

Ele pode ser gratuito ou então, que não passe dos R$30,00.

Ele tem o objetivo de:

  • Fazer com que as pessoas tenham um primeiro contato com você;
  • Quebrar o bloqueio para fazer a primeira venda;
  • Convencer de que você é a pessoa que elas precisam ter ao lado delas para ajudar a solucionar o problema que elas tem.

Ele necessariamente precisa ser um conteúdo curto, mas que gere valor na vida da pessoa.

É uma porta de entrada para você começar a agregar na vida dos seus leads.

Pode ser no formato de e-book, checklist, mini palestras, aula gratuita entre várias outras opções.

Escolha o que você achar que mais encaixa na sua estratégia de ensino.

Produto de ticket baixo

Selecione conteúdos que podem ser oferecidos em um curso curto, de uma hora, uma hora e meia, mas sempre focando na transformação que você irá proporcionar aos alunos.

Este é apenas um exemplo, pois você é quem poderá avaliar qual o melhor formato para transmitir o conhecimento que você deseja ensinar.

Este produto não deve passar dos R$100,00.

Uma boa estratégia é utilizar valores como R$99,00 ou R$97,00 para os alunos ficarem com a percepção de que é algo barato, já que não chega a custar R$100,00.

Produto de ticket médio

Neste momento, você já irá precisar começar a oferecer um conteúdo mais denso.

Se pensamos em curso, estamos falando de algo que dure em torno de 5 horas, podendo custar até R$800,00.

Para calcular este valor, você irá precisar analisar a qualidade do conteúdo oferecido, assim como a sua autoridade no assunto.

Já falamos no nosso Instagram, como precificar um curso online.

Para assistir ao vídeo completo, é só clicar aqui.

Produto de alto valor

Nesta etapa, além de cursos densos e aprofundados, você pode pensar em consultorias e mentorias.

Estes são modelos mais indicados, uma vez que, ao fazer algo extremamente personalizado, em que todo os seu foco, atenção e tempo estarão dedicados inteiramente a uma só pessoa, você poderá cobrar uma valor mais alto.

O preço recomendado para estes infoprodutos de ticket mais altos é a cima de R$800,00.

Dicas para criar a sua esteira de produtos

Agora que você já sabe o que é e como é composta uma esteira de produtos, você irá precisar determinar o tempo e a periodicidade que você vai oferecer cada uma das suas ofertas.

Outro aspecto importante para você levar em conta é que, não necessariamente, você precisa ter cursos de cada uma das etapas que citamos acima: de entrada, ticket baixo, médio e alto.

Estes são todos os degraus da sua trilha, mas você define qual altura ela terá.

Além disso, você precisa enxergar a esteira de produtos como uma facilitadora para você fidelizar os seu alunos.

Conquistar um novo cliente é mais difícil do que vender para os que você já tem. Por isso, a esteira será uma grande aliada na hora de você conseguir realizar ainda mais vendas.

Lembrando que com a Sapium e as ferramentas gratuitas disponíveis dentro da própria plataforma, é possível estabelecer a comunicação necessária para você ir fazendo o seu aluno se engajar e evoluir dentro da sua sequência de ofertas.

E, se você se interessou e quer saber mais à fundo sobre esteira de produtos e como conseguir fidelizar os seus alunos com ela, assista a este vídeo que preparamos sobre este assunto!

Ele irá te ajudar a esclarecer ainda mais sobre o tema, mas, se ainda assim ficarem dúvidas, deixe aqui nos comentários para que a gente possa responder todas!

sapiumblog

Deixe uma resposta