Redes sociais e o mercado de trabalho

As redes sociais estão cada vez mais presentes na vida das pessoas, segundo dados do relatório “2018 Globo Digital” da We are Social, o brasileiro é o segundo povo que passa mais tempo nas redes sociais, uma média de 3 horas por dia.

E claro, as empresas também estão se adaptando e se inserindo cada vez mais nas redes, e devido a isso é importante ter cuidado com o que se publica, pois segundo a revista Você S/A, menos de 8% das empresas dizem não utilizar as redes sociais na hora de contratar ou aumentar o cargo de um funcionário.

Dizem que quem faz uma empresa são os funcionários, então nada mais justo uma empresa estar em contato e procurando conhecer mais a vida deles.

Outra frase muito falada, é “a rede é minha, eu posto o que eu quiser”, sim, pode até ser, mas lembre-se que a rede social é a vitrine não só de empresa, mas também de pessoas. Comportamentos negativos podem resultar em aspectos negativos para a vida profissional também, pois pessoas com determinadas atitudes e pensamentos ofensivos, podem acabar gerando problemas internos dentro de uma empresa.

Afinal, empresas buscam profissionais comprometidos, que tragam bons resultados, que deixem o ambiente harmônico e tranquilo, que possuam um bom marketing pessoal e que deem uma segurança para a empresa. Por isso é importante cuidar com o que se divulga nas redes sociais, as empresas estão de olho em possíveis funcionários através delas.

Você cuida da sua rede social, e o que você acha dessa interação entre empresas e as redes sociais de funcionários e possíveis contratados?

Gostou do post? Deixe seu comentário abaixo!

sapiumblog

Deixe uma resposta